Monitoramento da Rede de Atenção Primária à Saúde

Parceria Observatório Social do Brasil e Pastoral da Saúde Rio, convidam:

O Observatório Social do Brasil (OSB) em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU) irá monitorar a atenção primária de saúde no município do Rio de Janeiro para avaliar o reflexo da redução de equipes.

Precisamos de quantitativos de avaliação para termos dados estatísticos de veracidade.

Ou seja, precisamos de voluntários residentes no Rio todo (toda cidade).

O voluntário precisa saber usar aplicativo no celular e ter disponibilidade para avaliar o posto de saúde.

Além do monitoramento social da fila do SUS (outro projeto), o Observatório Social do Brasil – Rio de Janeiro firmou uma parceria com a Controladoria Geral da União (CGU) para contribuir com a avaliação da prestação de serviço , prevista no §1º do art. 23 da Lei 13.460/2017, no que tange ao atendimento e estrutura da atenção primária , adaptando as experiências bem sucedidas, com uso de aplicativo, realizadas em outros Estados.

Para que nosso trabalho seja utilizado para melhorar o sistema de atendimento, precisamos conseguir significância estatística aos resultados, ou seja, precisamos de uma amostra significativa da atenção primária.

O trabalho será presencial e com uso de aplicativo com o questionário de avaliação. Como a atenção primária é planejada conforme a cobertura de bairros dos Centros Municipais de Saúde (CMS) ou Clínicas da Família (CF), precisamos levantar os bairros de residência dos voluntários para planejar nossa capilaridade .

Nossa previsão é que cada voluntário realize pelo menos 4 (quatro) avaliações do Posto de Saúde perto de sua residência, no período de 90 dias. Acreditamos que o trabalho de campo seja realizado entre fevereiro e abril de 2019.

**Caso alguém tenha interesse em participar ou conheça alguém, por favor, preencha ou encaminhe o formulário abaixo.*

Acesse: Google Formulário